O número dos (Sem Religião) cresce no mundo e no Brasil




Um estudo realizado pelo Fórum Pew para Religião e Vida Pública com base em dados demográficos de 230 nações e territórios estima que 1,1 bilhão de pessoas (16, 3% da população mundial) não possui qualquer associação religiosa. O Grupo equivale a pessoas sem religião (não necessariamente são ateias) é o terceiro maior levantamento, atrás apenas de cristãos com (31,5%) e muçulmanos (23,2%). e à frente do número de hindus (15%). budistas (7,1%), religiões folclóricas (5, 9%), judeus (0,2%) e outras religiões (0, 08%).

Segundo números do Forúm Pew, as pessoas sem religião estão concentradas principalmente no Oriente próximo ao pacífico. São 858, 5 milhões de pessoas sem associação religiosa (76% do total do grupo) Estão na Ásia.

A Europa  é segunda região com mais habitantes sem associação religiosa com 134,8 milhões (12%). A América do Norte, com 59 milhões (5,2%) , América Latina e Caribe, com 45,3 milhões (4%), África Subssariana, com 26,5 milhões (2,4%) e o Oriente Médio e Norte da África, 2, 1 milhões (menos de 1%).

No Brasil há um crescimento notório dos não religiosos, segundo o último censo de 2012,  os não religiosos subiram de (7,3%) da população em 2010 para (8%) em 2012. O número de habitantes sem religião não significa que eles não acreditam em Deus. Existem no grupo Agnósticos e pessoas que acreditam, mas não tem uma religião. Segundo Pew, é grande o número de pessoas que acreditam em ''deus ou uma força maior''.

Devido a desinformação dos habitantes dessas várias regiões possivelmente não tiveram a oportunidade de conhecer outras filosofias como o Deísmo, Panteísmo, Pandeísmo e diversas outras linhas filosóficas.

Na Antiga Europa ou você acreditava no que o Estado dizia ou estava descartado para a sociedade, o tempo das trevas se foram. A União Brasileira dos Deístas junta esforços para deixar o legado da filosofia Deísta pelo nosso país, mesmo que não seja  o Deísmo uma postura assumida pela maioria das pessoas, mas todos devem ter o direito de conhecer outras formas de livre-pensamento e não serem persuadidas com essa forma de deus que nos doutrinaram a acreditar desde quando viemos a nascer neste mundo.

Informações: Instituto Pew (2010)



Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.